Explorando a água e os seus sons

Por Tatiana, Fernanda e Cristine

Mais uma vez por aqui?

Que bom!

Seja bem-vindo…

Se você vem acompanhando nossas postagens, já deve ter notado que àquelas dedicadas a faixa etária de 6 a 12 anos têm se dedicado a posicionar os esportes dentro do curso de Práticas Aquáticas, não é mesmo?

E se você tem uma boa memória já deve ter lembrado que o esporte da vez é a natação. E aí acertou? Parece que sim…

Mas independente do esporte e da atividade realizada na água, reconhecer esse ambiente é fundamental para nele ter um bom desempenho, seja qual for o seu objetivo.

E sabe sobre o que vamos falar na postagem de hoje? Sobre os sons produzidos na e pela água. Ah, e vamos também desvendar alguns dos mistérios desses sons em nós? Bacana não é mesmo? Também já adianto que teremos que colocar o nosso lado cientista em ação, então, prepare-se! Siga cada uma das instruções e só então continue a sua leitura….

  • Levante e se espreguice
  • Rode os braços separados para frente e para traz como se estivesse nadando o crawl e depois o costas
  • Mergulhe, ondule o corpo como no nado borboleta
  • Por fim, desloque para frente e para traz desenhando o movimento da braçada do peito do modo convencional e de modo invertido

Ufa! Corpo aquecido? Mente preparada? Então vamos lá!

Entenda os porquês, experimentando propriedades, brincando com os sons na e da água….

Por que o som da água corrente acalma e nos ajuda dormir?

A resposta está na forma em que nosso cérebro interpreta aquilo que ouvimos. Ao longo de nosso desenvolvimento, passamos a identificar certos sons como indicativos de ameaças ou de algo que precisa de atenção imediata, como um grito repentino, por exemplo. Já, por outro lado, outros sons e ruídos nos transmitem a sensação de que tudo está seguro e que, consequentemente, podemos relaxar… e se você está imaginando que isso é o que acontece com o barulhinho bom da água caindo na nossa janela ou movendo-se de acordo com a correnteza, a resposta é sim, esses sons são decifrados como estímulos tranquilos que nos permitem relaxar

Por que o som da água corrente aumenta a vontade de fazer xixi?

A explicação para este acontecimento é nomeada como o “poder da sugestão” e pela psicologia é a chamada “resposta condicionada”. Confuso? Nada disso, bem mais simples do que parece! É que o som da água caindo, por ser muito parecido com o barulho do xixi e também com o da descarga ao ser acionada, faz com que a vontade de ir ao banheiro aconteça e isso se dá de modo inconsciente…

Por que conseguimos ouvir o som do mar aproximando uma concha ao ouvido?

Saudades de estar na praia e sentir e ouvir o barulho do mar? Quem tem uma concha em casa com certeza já experimentou aproximá-la do ouvido para tentar ouvir esse som. Você já fez isso? Sabe o que responde por essa sensação?
Ao encostar a concha na orelha, conseguimos captar um ruído abafado e distante que é muito parecido com o som das ondas do mar.
Esse efeito acontece devido ao formato da concha que funciona como um amplificador. Com ela na orelha, o ar que vai e vem consegue ser percebido pelos nossos ouvidos e traz a sensação de que estamos bem pertinho do mar, ouvindo o seu vai e vem…

Ah, e se você não tem concha em casa, as mãos bem posicionadas na orelha, imitando esse mesmo formato é capaz de produzir sensação semelhante.

Agora vamos fazer um teste?

Peça para um adulto aí por perto um recipiente de cristal, separe uma colher e um pouco de água e anote o seu palpite: Ao enchermos um copo ou uma taca de cristal com água, à medida que esse recipiente vai se enchendo, a altura do som irá aumentar ou diminuir?”

Esta pergunta se encontra no livro Física Conceitual de Paul Hewitt e foi respondida pelo Fernando Lang da Silveira no site da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Agora vamos para o teste? Enquanto a água está sendo derramada no copo, bata leve e repetidamente no cristal com uma colher.

Provavelmente você notou que à medida que o copo/taça vai se enchendo, a altura do som vai diminuindo, ou seja, ele se torna mais grave. Ficou com dúvidas? O nosso vídeo mostra a nossa experimentação passo a passo…

Clique e assista!!!

Tecnicamente a explicação é que ao preencher o copo com água é como se aumentássemos a massa da parede vibrante o que aumenta a inércia das paredes vibrantes e diminui a frequência de vibração gerando esse resultado.

Quer entender melhor esse experimento? Consulte a página: https://cref.if.ufrgs.br/?contact-pergunta=acustica-percutindo-o-copo-enquanto-e-preenchido-com-agua

Não esqueça de compartilhar seu vídeo do experimento e mais outras descobertas que teve sobre a sonoridade da água.

E que tal aproveitar todo esse arsenal e descobrir como tocar nas taças de cristal com água? Vai se aventurar? Então se inspire e poste o seu vídeo marcando o #blogdepraticasaquaticas e o #sesccampinas.

Garanto que você já deve ter visto essa prática em muitos vídeos não é mesmo? Pois saiba que essa é uma prática muito antiga e que existe desde os tempos da renascença, sendo já descrita por até mesmo Galileu Galilei.

Para “tocar em taças” seus dedos molhados devem deslizar sobre a borda de forma leve, deixando a vibração do vidro acontecer e tomando todo cuidado para não abafá-la ao retirar o dedo, para que o som ressoe com clareza.

Geralmente esse instrumento é composto por diversas taças de cristal de diferentes tamanhos, preenchidas com determinados níveis de água na medida correta para afiná-las para as notas desejadas.

Ele pode receber diversos nomes como: Harmonium, Harmônica de cristal, Taças musicais, Harpa de cristal, Órgão de cristal, Copofone, Hidrocristalofone, Cristalofone, dentre outros, e sempre encantam todos ao seu redor…

Já separou seus “instrumentos”? Aventure-se e mãos a obra!

Ficaremos muito felizes em recebê-los!

Nosso saudoso abraço e até a próxima postagem!

Publicado por Equipe Atividades Aquáticas

Coletivo de Educadores dedicados à aprendizagem das habilidades e competências aquáticas. Mergulhe conosco.

Um comentário em “Explorando a água e os seus sons

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: